Arquivos do Blog

Problemas no Quadril da Criança

Problemas no Quadril da Criança

Dr Ney Peres, médico ortopedista, especialista em quadril, escreve sobre as causas, sintomas e tratamento das doenças do quadril na infância.

As doenças do quadril que acometem as crianças são de causas diversas. Podem ser relacionadas a faixas etárias, ao tipo físico, doenças infecciosas, metabólicas e deformidades congênitas.

Os sintomas que podem aparecer são dor no quadril, dor em outras partes do corpo (a criança pode ter uma doença no quadril e ter dor irradiada para o joelho), febre, inchaço-edema, aumento da temperatura na região do quadril, vermelhidão local, incapacidade de movimentar a articulação do quadril, apresentando alteração da marcha, desequilíbrio, e deslocamento das estruturas do quadril.

Problemas no quadril na criança podem ser causados por doenças graves?

As causas mais comuns de doenças no quadril na infância são benignas, mas dependem da faixa etária.

Problemas no quadril da criança podem desenvolver-se a partir de esforços excessivos, infecção, trauma ou um problema que estava presente desde o nascimento (congênito). Estranhamente, uma criança que tem um problema de quadril, muitas vezes sente dor no joelho ou coxa em vez do quadril, isto acontece devido a irradiação desta dor pelos nervos que passam pela bacia e também pelos joelhos. Um bebe mancando pode ser uma manifestação de uma doença do quadril, pode aparecer sem dor.

Problemas de quadril que afetam as crianças incluem:

1. Uma reação inflamatória, tal como a sinovite transitória ou a infecção no quadril (pioartrite, artrite séptica) que podem ocorrer após a criança ter tido algum outro tipo de infecção, no caso  viral na sinovite (resfriado) e bacteriana na pioartrite (infecção de garganta, pneumonia). A sinovite transitória de quadril é a causa mais comum de dor no quadril nas crianças entre 3 e 8 anos e a pioartrite de quadril é a causa mais comum de dor nas crianças entre 0 e 6 anos de idade. É extremamente importante o diagnóstico precoce nesses casos, pois a infecção de quadril é uma urgência cirúrgica e quanto mais precocemente a criança for operada menor serão as chances de sequelas no futuro.

2. Doença de Legg-Calve-Perthes. A dor é causada pela diminuição do fluxo sangüíneo para a cabeça do fêmur que afeta a vitalidade óssea nesta região. O diagnóstico precoce e tratamento (conservador ou cirúrgico) estão diretamente relacionados com as complicações possíveis como a artrite ou a artrose precoce do quadril.

3. Epifisiólise da cabeça do fêmur. Isto ocorre quando a extremidade superior da cabeça do fêmur desliza no local de crescimento ósseo (epífise) devido a um trauma recente ou sobrecarga no quadril , causando dor e dificuldade de apoiar a perna. O tratamento na epifisiólise da cabeça do femur é cirúrgico. Após a sinovite transitória, pioartrite de quadril e Doença de Legg-Calve-Perthes, o escorregamento da cabeça do fêmur ou epifisiólise do quadril é a quarta causa mais comum de dor no quadril das crianças.

4. Displasia do desenvolvimento do quadril (DDH). Esta condição é causada por um problema no desenvolvimento da articulação do quadril. Observa-se uma instabilidade articular devido a cabeça do femur tender a sair do seu encaixe na bacia, o acetábulo.

5. Artrite idiopática juvenil (JIA). Esta condição provoca inflamação edema nas articulações que são muitas vezes rígidas e dolorosas. Infecção na articulação (artrite séptica), bursa (bursite séptica), ou o quadril ou osso pélvico (osteomielite). Em casos raros, câncer de osso, como o osteossarcoma.

6. Fraturas. Quando nos deparamos como uma fratura de quadril em uma criança sem patologia óssea ou metabólica, o trauma que a ocasionou foi de alta energia. Assim sendo o atendimento de urgência deve seguir o protocolo do ATLS (Advanced Life Trauma Support) para crianças, pois muitas vezes outros traumas estão associados a fratura de quadril como o de crânio e de tórax. O tratamento das fraturas de quadril podem ser com gesso pélvico-podálico no caso de crianças de até 5 anos (AAOS) ou cirúrgico acima desta idade, excluindo os casos de fraturas expostas onde o tratamento cirúrgico é obrigatório não importando a idade.

Podemos então concluir que a dor no quadril da criança necessita da avaliação médica o mais breve possível. O tratamento de urgência deve ser afastado, este não sendo o caso, outros tratamento das doenças do quadril na criança devem ser iniciados o quanto antes para que se diminua a chance de complicações futuras.

 

Este texto não substitui uma consulta médica. Foi escrito pelo Dr Ney Peres, CRM 101.136, de acordo com as normas éticas do Conselho Federal de Medicina.  Para marcar uma consulta com Dr Ney Peres, ligue para 011 3285-5726. Para perguntas use o espaço para comentários abaixo.

 

 

Infiltração para Bursite de Quadril

Infiltração para Bursite do Quadril

Dr Ney Peres, médico ortopedista, especialista em quadril, escreve sobre a infiltração para Bursite do Quadril.

Quando o tratamento medicamentoso e fisioterápico para a bursite não foram suficientes para remissão da dor no quadril, o principal sintoma da bursite do quadril, a infiltração com corticosteróide e um anestésico local pode ser uma boa alternativa de tratamento.   Este é um tratamento eficaz que pode ser feito no consultório do médico. Envolve uma única injeção na bursa trocantérica, localizada na região lateral do quadril. A injecção pode proporcionar alívio temporário (meses) ou até permanente, dependendo da resposta de cada paciente. A infiltração pode ser realizada tanto para a dor no quadril direito quanto para a dor no quadril esquerdo. Se a dor e a inflamação retornarem, outra aplicação pode ser feita, respeitando-se um intervalo de no mínimo dois meses de intervalo.

Nós utilizamos na nossa prática um corticosteróide de última geração, mais eficiente na resolução da dor e com menos efeitos colaterais.

Quais são os riscos do procedimento de infiltração para bursite do quadril?

A injeção de corticosteróide e anestésico local é segura, pode ser aplicada na maioria dos pacientes com o diagnóstico de bursite do quadril mas algumas limitações ou contra-indicações devem ser consideradas. Pacientes com diabetes, hipertensão, glaucoma, úlcera gástrica, reação alérgica prévia a xilocaína ou marcaína, devem evitar o procedimento.

Se o procedimento é eficaz, porque não fazer a infiltração no início do tratamento?

A infiltração pode ser realizada precocemente, dependendo da gravidade do quadro, isto será decidido com seu médico.

É preciso internação hospitalar para realizar a infiltração da bursite do quadril?

A injeção pode ser realizada em consultório, não é necessária a hospitalização para realizar o procedimento, a não ser que outros procedimentos sejam realizados conjuntamente.

Não é necessária anestesia para realizar a infiltração da bursite do quadril?

É realizada uma anestesia local no ponto da infiltração. Não é um procedimento doloroso que uma anestesia de maior porte seja recomendada, como uma anestesia geral ou raquianestesia.

Quais são os cuidados após a infiltração da bursite do quadril?

É necessário um repouso relativo durante 3 dias, não é recomendado dirigir, andar apenas pequenos deslocamentos, restringindo caminhadas longas e atividade física. Na nossa experiência, não há necessidade de aplicação de calor ou gelo no local após o procedimento.

Para marcar uma consulta com Dr Ney Peres, ligue para 011 3285-5726. Para perguntas use o espaço para comentários abaixo.

As 5 Causas Mais Comuns de Dor no Quadril na Mulher

5 CAUSAS FREQUENTES DE DOR NO QUADRIL NA MULHER

Dr Ney Peres, médico ortopedista, especialista em quadril escreve sobre as causas mais frequentes de dor no quadril na mulher.

O seu quadril dói? Assim como outros tipos de dor crônica, as mulheres tendem a sentir mais do que os homens. Devido a dor no quadril poder ter diferentes causas, determinar o diagnóstico correto é a chave para se ter o melhor tratamento.

O Diagnóstico da Dor no Quadril

Quando você diz ao seu médico que sente dor no quadril, a primeira coisa que ele deve confirmar é se realmente o problema é no quadril. Quando as pacientes dizem que tem dor no quadril podem estar se referindo a parte superior da coxa ou glúteos e até mesmo a dor na coluna lombar baixa. A dor no quadril é mais freqüente na região da virilha ou por cima onde a articulação do quadril é localizada.

Causas de Dor no Quadril nas Mulheres

Quando a mulher procura o médico com queixa de dor no quadril, idade, estrutura óssea e muscular assim como grau de atividade na vida diária devem ser considerados. Se a paciente é uma corredora de 20 anos ou uma mulher sedentária de 80, as possibilidades variam bastante.

As causas mais comuns de dor no quadril nas mulheres são:

  1. A causa mais comum de dor crônica no quadril nas mulheres é a artrite, particularmente a osteoartrite, o desgaste da articulação que afeta muitas pessoas quanto atingem a terceira idade. A dor se localiza logo abaixo da cintura ou na virilha devido à limitação do movimento e inflamação na articulação.
  1. Fratura no quadril. As fraturas no quadril são comuns nas mulheres idosas, especialmente naquelas com osteoporose (diminuição da densidade óssea). Sintomas de uma fratura no quadril incluem dor ao esticar, levantar e apoiar sua perna. Também o pé do lado com a fratura pode estar desviado para o lado quando comparado com o outro.
  1. Tendinites e bursites. Muitos tendões em volta do quadril conectam os músculos à articulação. Estes tendões podem ficar facilmente inflamados se você fizer movimentos repetitivos ou participar de atividades extenuantes. Uma das causas mais comuns de tendinite na articulação do quadril, especialmente em corredoras, é a Síndrome do Trato Iliotibial – o trato iliotibial é um tecido fibroso ligado a musculatura do quadril, coxa e joelho, como o nome diz ele se prende no ílio (osso da bacia) e termina na tíbia (osso da perna) na parte lateral do joelho. Outra causa comum de dor no quadril em mulheres é a bursite. Uma membrana gordurosa e com líquido espesso no seu interior é chamada bursa, ela protege e facilita o movimento do quadril e se localiza entre a pele e a maior proeminência óssea do quadril. Esta membrana pode ficar inflamada também pelo esforço repetitivo ou atividade extenuante e causa dor na região lateral do quadril durante sua movimentação.
  1. Hérnia. Na região da virilha a hérnia inguinal pode causar dor no quadril nas mulheres. As mulheres grávidas podem ser mais susceptíveis à hérnia inguinal devido ao aumento da pressão na parede abdominal.
  1. Dores ginecológicas e lombares. As dores no quadril da mulher podem ter causas ginecológicas. É importante para o médico não assumir que a dor pode ser exclusivamente da artrite, bursites ou tendinites. Dependendo da idade da mulher e outros problemas de saúde, a dor no quadril pode irradiar de outros órgãos. A Endometriose (crescimento do endométrio em outros lugares da pelve) pode causar dor na pelve e algumas mulheres relatam também como dor no quadril. A dor nas costas ou na coluna lombar, também pode ser relatada como dor na região dos glúteos ou no quadril. A compressão de um nervo pode ocasionar dor na região posterior do quadril como a dor ciática que pode iniciar na região lombar, irradiando pelos glúteos até as pernas.

 Opções de Tratamento para Dor no Quadril

O tratamento da dor no quadril depende do seu diagnóstico, mas as dores causadas por movimentos repetitivos são normalmente tratadas com calor local, repouso e medicação antiinflamatória. Para se prevenir destas lesões é importante realizar um alongamento eficiente antes da atividade física, usar roupas adequadas e principalmente tênis de boa qualidade para corrida. Se algumas atividades físicas estão causando dor no quadril, evite realizá-las até ser avaliada pelo seu médico. O excesso de peso sobrecarrega o quadril e pode causar dor e desgaste precoce da articulação, perder alguns quilos pode trazer alívio da dor e evitar problemas futuros. Algumas causas de dor no quadril podem necessitar de cirurgia, se a sua dor persistir converse com seu médico sobre as possíveis causas e tratamentos.

Dr. Ney Fernando Prieto Peres

Cirurgia de Quadril e Traumatologia

CRMSP: 101.136

Titulo de Especialista em Ortopedia e Traumatologia: 9220

Título de Especialista em Cirurgia do Quadril: SA0630

Fellowship em Cirurgia de Quadril Minimamente Invasiva Navegada por Computador

Bursite Trocantérica

Bursite Trocantérica

Dr Ney Peres, médico ortopedista, escreve sobre a bursite trocantérica, causas, sintomas e tratamento.

qwer

qwer

qwer

imagem

video

 

Para marcar sua consutla com Dr Ney Peres ligue para 11 3285-5726.

 

Dor no Quadril

Dor no Quadril

Quadril Largo

Quadril Largo

Doenças do Quadril

Tudo sobre os problemas do quadril

Dor no quadril, dor quadril, dores quadril, dores no quadril, dor no quadril direito, dor no quadril esquerdo, dor quadril direito, dor quadril esquerdo, dor no quadril e perna, quadril, bursite, bursite quadril, bursite no quadril, bursite do quadril, cirurgia quadril, cirurgia do quadril, cirurgia de quadril, cirurgia no quadril, artrose do quadril, artrite do quadril, protese de quadril, protese quadril, cirurgia protese quadril, artroplastia, artroplastia do quadril, artroplastia de quadril, protese total quadril, protese para quadril, protese do quadril, protese de femur